Final feliz! Renovação de contrato de joia da base do Cruzeiro é digna de novela

Após idas e vindas, revelação celeste estendeu seu vínculo até 2025 com o clube

Em ótima fase nos gramados, com a liderança isolada na Série B, o Cruzeiro correu o risco de perder mais uma revelação da Toca da Raposa. Quem não se lembra do caso do jogador Vitor Roque, que tinha uma multa rescisória baixa e se transferiu para o Athletico-PR?

Porém, dessa vez o Cruzeiro conseguiu um final feliz na tentativa de manter Daniel Júnior vinculado ao clube. A negociação não foi fácil e o jogador chegou até a retornar para as categorias de base, mas a gestão de Ronaldo Fenômeno resolveu o problema e confirmou a renovação de contrato da joia.

Daniel Júnior acerta renovação com o Cruzeiro

Grande promessa da base do Cruzeiro, Daniel Júnior estendeu o seu vínculo até dezembro de 2025. O meia-atacante vem recebendo oportunidades no time profissional e marcou dois gols em 17 partidas na atual temporada.

Aos 20 anos, ele foi um dos destaques da Raposa na Copa São Paulo de Futebol Júnior. A campanha celeste foi até as quartas de final, mas Daniel Júnior marcou um gol e deu três assistências em sete jogos no torneio.

Desde então, ele foi aproveitado em diversos jogos no time profissional pelo técnico Paulo Pezzolano. O último deles foi contra o Náutico, pela sétima rodada da Série B, em que o jogador começou como titular na vitória por 1 a 0, fora de casa.

Renovação teve contornos de “novela”

Porém, o processo de renovação não foi simples. Na verdade, as negociações chegaram a ser paralisadas e Daniel voltou a treinar com o time sub-20. O grande entrave era a parte financeira, porque o staff do jogador queria uma valorização salarial.

Ao mesmo tempo, o clube tinha interesse em renovar o seu vínculo, que ia até 2023. Como o seu salário era baixo, a multa rescisória ficava aquém do seu valor, porque ela tem relação direta com os vencimentos.

Só que a gestão Ronaldo Fenômeno, que assumiu 90% da SAF do Cruzeiro, realiza um processo de reestruturação do Cruzeiro. A ideia era um contrato com reajustes periódicos e baseado em desempenho.

Por isso, as primeiras ofertas de reajuste salarial não foram aceitas pelo jogador. Após algumas propostas enviadas, Danielzinho aceitou o valor proposto pelo clube mineiro e assinou sua renovação até 2025.

Detalhes do contrato não foram revelados

O Cruzeiro não divulgou os detalhes do contrato, mas o jogador recebeu um importante aumento salarial. Anteriormente, algumas notícias indicavam que Daniel recebia R$ 6 mil por mês. Esse é um valor baixo para os padrões do futebol brasileiro.

De qualquer forma, com o novo vínculo, o clube tem uma importante valorização em um dos seus principais ativos da base. Além disso, Daniel Júnior volta a ficar disponível para o time principal.

Ele foi relacionado para o jogo contra o Operário-PR, pela 10ª rodada da Série B, mas ficou no banco e não foi utilizado. É provável que, nas próximas partidas, o meia-atacante entre em campo novamente.

Clube se antecipou para não repetir desfecho de Vitor Roque

A grande preocupação do Cruzeiro era não repetir o que ocorreu com Vitor Roque. Outra revelação importante do Cruzeiro, ele foi comprado pelo Athletico-PR por “apenas” R$ 24 milhões.

Esse era o valor da sua multa rescisória, que foi paga pelo clube paranaense. No caso de Danielzinho, a sua multa estava em torno de R$ 9,7 milhões para clubes brasileiros, então a renovação deixa esse número mais alto.

A diretoria nega, mas a volta para o time sub-20 tirou os holofotes do jogador, que vinha se destacando nos profissionais.

Agora, com a renovação de contrato assinada, a torcida e o clube mineiro podem respirar, porque Daniel Júnior segue no Cruzeiro para ajudar na luta pelo acesso.

Artigos Relacionados